Plano Municipal de Vacinação COVID-19

Plano de Ação de Vacinação contra a COVID-19

Identificação
Municipio: Bom Sucesso do Sul Regional de Saúde: 7ª Regional
Endereço da SMS: Rua Ignácio Dranka, 191, Centro
Função Contato
Nome Telefone E-mail
Secretária Municipal de Saúde Saliane Pegoraro (46) 9929 – 7975 saliane.pegoraro@bssul.pr.gov.br
Responsável Vigilância Epidemiológica Selaine Tavares (46) 8408 – 6946 sselainee@yahoo.com.br
Responsável Vigilância Sanitária Ingrid de Bona (46) 9901 – 4141 ingriddebona@bssul.pr.gov.br
Responsável Atenção Primária Adriano Pereira Pedroso (46) 9101 – 6532 adrianoppedroso@hotmail.com
Coordenador Imunização Adriano Pereira Pedroso (46) 9101 – 6532 adrianoppedroso@hotmail.com

FarmacoVigilância

O monitoramento dos eventos pós-vacinação seguirá o disposto no Protocolo de Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Eventos Adversos Pós-Vacinação (VEAPV), elaborado pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Anvisa, específico para vigilância dos eventos adversos decorrentes da vacinação contra a COVID-19, disponível em https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2020/dezembro/21/estrategia_vacinacao_covid19.pdf

Ações Atividades
Notificação de EAPV

Como nosso munícipio é pequeno, capacitaremos a técnica de enfermagem responsável pela sala de vacinas, juntamente com mais duas técnicas de enfermagem do munícipio, caso aja necessidade de substituição de vacinador, para relato imediato junto ao enfermeiro coordenador da imunização de eventos adversos.

Ficará responsável pela notificação ao sistema E-SUS notifica, o enfermeiro coordenador da imunização bem como a responsável pela vigilância epidemiológica.

Seguiremos o manual no EAPV covid para realização das notificações.

Investigação de EAPV A vigilância sanitária ficará responsável pela investigação dos eventos adversos, acompanhando caso a caso qualquer evento, seja ele leve, moderado ou grave, encaminhando para os respectivos suportes conforme necessidade. (Estratégia, UBS, Consulta Médica, UPA, Hospital Referencia).
Identificação de Eventos Graves Pós-Vacinação, conforme Portaria n.° 204, de 17 de fevereiro de 2016

Enfermeiro da vigilância epidemiológica ficará responsável por informar a Regional de Saúde em 24 horas sobre eventos graves, sendo que, poderemos utilizar dos diversos meios de comunicação para acelera o contato junto a reginal

Primeiramente via telefone, posteriormente por e-mail.

Nossa referência para atendimento ao usuário é a UPA, Hospital Policlínica e Hospital São Lucas.

Operacionalização da Vacinação

A operacionalização da vacinação contempla a organização e programação detalhada de todo o processo de vacinação.

Ações Atividades
Organização de Rede de Frio

Nossa rede frio, por ser um município pequeno, é composto de apenas uma geladeira, a qual se apresenta revisada recentemente e com baterias novas para qualquer necessidade em relação a queda de energia.

Portanto, os imunobiológicos permanecerão em uma sala segura, principalmente por ficar ao lado do posto da polícia militar.

Capacitação/atualização dos profissionais de saúde

Realizaremos capacitação imediata da equipe para a realização das vacinas, bem como para organizar a população alvo, evitando assim, aglomerações desnecessárias.

Enfatizaremos a necessidade de utilização dos EPI’s, bem como a paramentação e desparamentação, evitando assim uma possível contaminação dos envolvidos na vacinação.

Vacinação

A rotina neste primeiro momento, permanecerá conforme demais vacinas, pelo baixo fluxo de pessoas, em um segundo momento, quando ampliar as doses, vamos abordar estratégias como as utilizadas na campanha da gripe: distanciamento, com demarcação na calçada, vacinação na residência de acamados e idosos com dificuldade de locomoção.

Conforme o aumento da demanda, ampliaremos os vacinadores, com aplicação de vacinas em mercados, praças, comunidades do interior, com ampla divulgação nas mídias disponíveis.

Sistemas de Informação

Os sistemas de informação na operacionalização da campanha de vacinação têm como objetivo o monitoramento e avaliação dos dados relativos à vacina e aos usuários, desde a logística dos insumos até a administração, farmacovigilância e estudos pós-marketing.

Ações Atividades
Operacionalização do Sistema de Informação

Como nosso município é de porte pequeno, ficará encarregado o enfermeiro responsável pela sala de vacina, bem como a(s) aplicadora de vacina registrar em planilha física e transferido para o sistema em até 72 horas após a vacinação.

Trabalharemos com dois senários, como descritos na sequência:

– Estabelecimento de Saúde COM conectividade na internet e condições de fazer digitação online;

– Estabelecimento de saúde SEM conectividade e sem computador (utilizar planilha e registrar posteriormente na SMS).

Vacinação Extra Muro

Para este tipo de ação, contaremos com o apoio das agentes comunitárias de saúde, seja na organização para evitar aglomeração, seja no registro da planilha, auxiliando o vacinador. Também nas vacinas realizadas em domicilio, pois elas conhecem os pacientes com dificuldades de locomoção, ou mesmo acamados.

Posteriormente, registro no sistema das doses aplicadas

Registro na Caderneta de Vacinação Registro imediato na caderneta de vacinação com os dados pessoais do vacinado e os demais registros da vacina aplicada, lote e, vacinador.
Grupos Prioritários
Grupos Prioritários Quantitativo
Pessoas de 60 anos ou mais, Institucionalizadas 0
População Indigena em Terras Indigenas Demarcadas 0
Trabalhadores de Saúde que atuam em Serviços de Saúde 65
Pessoas de 90 anos ou mais 10
Pessoas de 85 a 89 anos 23
Pessoas de 80 a 84 anos 50
Pessoas de 75 a 79 anos 103
Pessoas de 70 a 74 anos 131
Pessoas de 65 a 69 anos 149
Pessoas de 60 a 64 anos 206
Pessoas em Situação de Rua 0
Trabalhadores de Força de Segurança e Salvamento 6
Comorbidades 544
Trabalhadores Educacionais e da Assistência Social (CRAS, CREAS, Casas/Unidades de Acolhimento) 55
Pessoas com Deficiência Institucionalizadas 0
Pessoas com Deficiência Permanente Severa 45
Quilombolas, Povos e Comunidades Tradicionais Ribeirinhas 0
Caminhoneiros 2
Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário e Ferroviário de Passageiros 0
Trabalhadores de Transporte Aéreo 0
Trabalhadores Portuários 0
População Privada de Liberdade (exceto trabalhadores de saúde e segurança) 0
Trabalhadores Sistema Prisional 0
Total 1.389

Comunicação

A estratégia da comunicação será informar à população sobre o Plano da Ação Municipal e o Plano Estadual de Vacinação Contra a COVID-19.

Ações Atividades
Comunicação Lançaremos de estratégia de divulgação, além dos meios habituais de comunicação, as redes sociais, a página da prefeitura, bem como a busca ativa dos faltantes.

Bom Sucesso do Sul, 19 de janeiro de 2021

Adriano Pereira Pedroso
Enfermeiro
Responsável pela Elaboração do Plano de Ação

Saliane Pegoraro
Secretária Municipal de Saúde

Gestor do Portal da Transparência: Fabio Zanela

Endereço: Rua Cândido Merlo, 290 Centro, CEP: 85515-000

Expediente: 08h às 12h – 13h30min às 17h30min

E-mail: transparencia@bssul.pr.gov.br

Telefone: 46-3234-1135

Skip to content